Topo

Líder do Jamiroquai, Jay Kay põe clássicos raros à venda. De novo

Rodrigo Mora

30/11/2019 07h00

(SÃO PAULO) – Desde que comprou seu primeiro clássico, um BMW 1602, Jay Kay já teve na garagem mais de 100 carros. E de vez em quando surpreende entusiastas ao despachar alguns deles. Recentemente, mandou pro beleléu um Mercedes-Benz 280 TE 1983, uma Ferrari 365 GTC/4 e um Porsche 911 Turbo. Talvez para abrir espaço na garagem para novos carros. 

(Imagem: Bonhams/divulgação)

Contudo, não sendo dinheiro exatamente um problema para o líder do Jamiroquai, como explicar o desapego de um Porsche 911 Carrera RS 2.7 Lightweight 1973, raríssima versão de apenas 200 unidades produzidas? Pois o músico pediu à Bonhams que leiloasse o esportivo, cujo lance estimado é de £ 750.000 a £ 850.000 (R$ 4,1 milhões a R$ 4,7 milhões). 

(Imagem: Bonhams/divulgação)

Não dá para dizer que o músico enjoou do carro, porque foram apenas 1.000 quilômetros rodados desde 2008. E como se empapuçar de um 911 Carrera RS pintado de Blood Orange, afinal de contas? 

Junto com o 911 vai embora um Carrera GT 2004, outro Porsche que tem um séquito de fãs – e candidatos a dono. Inspirado no 911 GT1, vencedor das 24 Horas de Le Mans de 1998, é empurrado por um 5.7 V10 de 610 cv e só teve 1.210 unidades fabricadas. Lance estimado: £ 650.000 a £ 750.000 (R$ 3,6 milhões a R$ 4,1 milhões). 

O leilão será no próximo dia 7, em Londres, Inglaterra.

(Imagem: Bonhams/divulgação)

Sobre o autor

Rodrigo não Mora apenas nos Clássicos. Em sua trajetória no jornalismo automotivo, já passou por Auto+, iG, G1, Folha de S. Paulo e A Tarde - sempre em busca do que os carros têm a dizer. Hoje, reúne todos - clássicos e novos - nas páginas das revistas Carbono UOMO e Ahead Mag e no seu Instagram, @moranoscarros.

Sobre o blog

O blog Mora nos Clássicos contará as grandes histórias sobre as pessoas e os carros do universo antigo mobilista. Nesse percurso, visitará museus, eventos e encontros de automóveis antigos - com um pouco de sorte, dirigirá alguns deles também.

Mora nos Clássicos