Topo

Fusca mais antigo do mundo está vivo e mora na República Tcheca

Rodrigo Mora

03/12/2018 15h38

(SÃO PAULO) – Quando comprou este KdF-wagen Type 60 1941, em 1988, na República Tcheca, Ondrej Brom tinha noção da relíquia na qual estava botando as mãos. Só não sabia que se tratava do Volkswagen Beetle (nome assumido a partir de 1945) mais antigo que se tem notícia.

Brom comprou o carro de um amigo do irmão, que havia abandonado o besouro sob uma árvore. Havia argila nas rodas e grande parte do veículo estava tomada por ferrugem. Como Brom já tinha quatro Fuscas, encarou o desafio de restaurá-lo.

Durante o processo de funilaria, chegou enfim ao número do chassis, descobrindo que aquele era simplesmente o vigésimo KdF-wagen Type 60 produzido – até que alguém se manifeste, esse é, portanto, o Fusca mais antigo do mundo.

Obviamente, não está à venda.

Sobre o autor

Rodrigo não Mora apenas nos Clássicos. Em sua trajetória no jornalismo automotivo, já passou por Auto+, iG, G1, Folha de S. Paulo e A Tarde - sempre em busca do que os carros têm a dizer. Hoje, reúne todos - clássicos e novos - nas páginas das revistas Carbono UOMO e Ahead Mag e no seu Instagram, @moranoscarros.

Sobre o blog

O blog Mora nos Clássicos contará as grandes histórias sobre as pessoas e os carros do universo antigo mobilista. Nesse percurso, visitará museus, eventos e encontros de automóveis antigos - com um pouco de sorte, dirigirá alguns deles também.

Mora nos Clássicos