Mora nos Clássicos

Primeiro carro da Porsche dá boas-vindas ao visitante de museu na Alemanha

Rodrigo Mora

13/06/2018 06h40

(Stuttgart) – É assim que o visitante do Porsche Museum, em Stuttgart (Alemanha), é recebido na exposição que cobre os 70 anos da marca alemã. Se a história da Porsche começa com o 356 número 1, natural que ele também seja o ponto de partida de uma jornada que passa pelo sucessor 911, pelas dezenas de carros de corrida, pelos híbridos (desde o Lohner-Porsche ao Panamera) e acaba no elétrico Mission E, agora rebatizado para Taycan.

Esse modelo prateado com interior vermelho é o carro que Ferry Porsche e sua equipe montaram em Gmünd, na Áustria, onde a empresa se refugiara por conta das complicações da Segunda Guerra Mundial. Com motor central de 1,1 litro e 35 cv, fora dirigido pela primeira vez em fevereiro de 1948. A permissão para circulação concedida pelas autoridades de trânsito austríacas veio em 8 de junho daquele ano, data escolhida como marco inicial da empresa. Imediatamente, o 356 é vendido ao empreendedor suíço Rupprecht von Senger, que na verdade já havia reservado as cinco primeiras unidades do esportivo.

Depois de passar pelas mãos de diversos proprietários, o número um volta para a Porsche, em 1958, já desfigurado. Incrementaram a potência do motor, mexeram nos freios e até uma cara dos 356 posteriores deram ao carro. O primeiro trabalho da Porsche com ele em mãos foi restaurá-lo. O que não impediu a construção de uma réplica (que durante nossa visita não deu as caras no museu) baseada em arquivos e fotos.

Segunda leva do 356 tem motor traseiro; 52 carros foram construídos

A segunda fornada, ainda em Gmünd, é composta por 44 cupês e oito conversíveis, já com o motor – agora capaz de levar o esportivo a incríveis 140 km/h – montado atrás do eixo traseiro.

Em abril de 1950, a Porsche volta para Zuffenhausen, área industrial de Stuttgart onde Ferdinand Porsche abrira, em 1931, seu escritório de design. Esse carro preto foi um presente dos funcionários da empresa para o fundador pelos seus 75 anos. Após sua morte, virou um carro de testes para a fabricante, rodando mais de 400.000 quilômetros.

A produção do 356 segue ali até 1965, dois anos após a estreia do 911, seu sucessor.

Já produzido na Alemanha, esse modelo foi um presente para Ferdinand Porsche

Sobre o autor

Rodrigo não Mora apenas nos Clássicos. Em sua trajetória no jornalismo automotivo já atuou em portais como iG, G1 e pela Folha de S. Paulo, atuando atualmente como editor do caderno de automóveis do Jornal A Tarde.

Sobre o blog

O blog Mora nos Clássicos contará as grandes histórias sobre as pessoas e os carros do universo antigo mobilista. Nesse percurso, visitará museus, eventos e encontros de automóveis antigos - com um pouco de sorte, dirigirá alguns deles também.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora Nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Blog Mora nos Clássicos
Topo